Boletim

Archivo

Sementes de humanização

Neste número do Boletim da UISG, o último de 2018, nós já queremos nos voltar em direção ao tema da nossa Assembleia Plenária de 2019, “Semeadoras de Esperança Profética” # UISGPlenária2019.
Semear a esperança é, acima de tudo, levar sementes de humanização em todas as áreas da existência. A esperança nasce no coração de mulheres e homens e a principal tarefa de cada um e de todas e todos é crescer juntos em humanidade.O próprio Deus se fez humano, encarnou nossa humanidade, humanizou-se.
Como mulheres consagradas a um Deus assim tão próximo e solidário, a nossa primeira missão é a de cuidar de nossa própria humanidade e da humanidade dos outros, gerando dignidade nas pessoas, colocando sobre elas um olhar puro, habitado pelo amor, livre de todo egoísmo e interesse.

É a missão de levar ao mundo o humanismo inclusivo do Evangelho, que tem no centro a dignidade de cada ser humano e se empenha para proteger-se daqueles ataques sutis que muitas vezes nascem do próprio coração do homem: preconceitos, discriminações de todos os tipos, abusos de poder, opressões, escravidões…

Dr. Angela Rinaldi
Igreja e abuso de poder. O Poder espiritual e hierárquico em relação ao abuso sexual de menores
Questões relacionadas a abusos de poder dentro de instituições tão grandes quanto a Igreja Católica devem necessariamente ser um tema central de reflexão espiritual e acadêmica.
Aqui vamos analisar alguns elementos do abuso de poder dentro da esfera relacional. Como será dito mais adiante, faz parte de um relacionamento entre pessoas colocadas em diferentes níveis, em que o considerado “mais poderoso” (ou “no poder”) é tentado a tirar proveito de sua posição para se impor sobre o outro.
Isso pode ocorrer em qualquer instituição eclesiástica: entre adultos e menores, como no caso de abuso sexual, incluindo religiosos e leigos, incluindo professores e alunos, entre pastor e fiel, bispos e padres, sacerdotes e consagrados, bem como entre toda a instituição e todo o povo de Deus. Em suma, isso acontece em todos os campos em que está implícita uma divisão “hierárquica” entre os sujeitos.

P. Carlos del Valle, SVD
Moldar corações dos amigos no Senhor
O humano em Jesus, seu estilo de vida é oposto a tudo o que é dominação. Na necessidade, a pessoa acode ao poder de Deus. Jesus nos orienta para a fraqueza de Deus, um Deus que sofre porque ama. Nós procuramos por Deus no espetacular. A maior revelação de Deus é onde seu escondimento é mais denso: a cruz, sua própria dor e a dor do mundo, a sua dor. Jesus vincula serviço e poder. Há um contraste entre o Deus Todo-Poderoso e Jesus aos pés de seus discípulos. Jesus elimina o contraste com essa concreção: o poder é exercido no amor que serve. O Todo-Poderoso prostrado, com toalha e bacia. Imaginemos uma sociedade em que o poder é usado para o bem dos outros. Todos nós temos poder: dinheiro, educação, força, autoridade, saúde, talento, informação, fama, afeição. Colocar nossas capacidades e recursos ao serviço dos fracos.

Ir. Simona Brambilla, MC
A dimensão feminina da missão
A evangelização inculturada não pode desconsiderar o diálogo intercultural e o diálogo inter-religioso, que representa seu coração. Se a missão é uma questão de relacionamento transformante – e transformá-lo profundamente, até as raízes -, então o Evangelho pede para alcançar as camadas mais íntimas e vitais da cultura e da pessoa. Mas alcançar os valores básicos das pessoas, os mitos, as configurações simbólicas, as metáforas de apoio não é uma questão de técnica ou mesmo de convivência. É antes de tudo um dom do Outro e do outro quem tem a liberdade de convidar o evangelizador ou não para um passo além do limiar do conhecimento superficial dos hábitos e costumes para acessar o coração vital da identidade do povo. E é também a tarefa do evangelizador que, consciente de sua própria ignorância do mundo do outro, com respeito, empatia, gratidão, admiração e desejo de aprender, pode aceitar o convite do outro para entrar em sua casa.

Ir. Marie Laetitia Youchtchenko, OP
« A colheita é abundante…»
Irmãs apostólicas nos cinco continentes, todas nós temos, além de nossos diferentes carismas, uma missão de consolação: anunciamos nossa vocação à felicidade, confiando em nossa certeza “de que não há medida comum entre os sofrimentos do tempo presente e a glória que nos será revelada” e que o Ressuscitado é” o vencedor do mundo”. Profundamente unidas pela mesma paixão, anunciamos o Amor que nos faz viver: “Evangelizar uma pessoa é dizer-lhe: Você também é amada por Deus no Senhor Jesus. E não apenas diga a ela, mas realmente pense nisso. E não apenas pensar sobre isso, mas para se comportar com essa pessoa de tal forma que ela sinta e descubra que há algo salvo nela, algo maior e mais nobre que o que ela pensava e, portanto, ela desperta para uma nova autoconsciência. É isso, anunciar a ela a boa nova”.

****

O Boletim UISG oferece às Superioras Gerais e às comunidades assinantes reflexões sobre a vida religiosa baseadas na Sagrada Escritura, teologia e espiritualidade.

Ele também visa promover uma melhor compreensão da vida religiosa, como ela está evoluindo em todo o mundo.

O boletim é publicado três vezes por ano em sete idiomas: alemão, francês, holandês, inglês, italiano, português e espanhol. Ele é enviado regularmente a todas as superioras gerais, membros da União por direito, bem como a pessoas, associações e organizações registrados como membros associados.

A quota anual como membro da UISG inclui uma assinatura anual ao Boletim UISG na língua solicitada pela Superiora Geral.

A fim de receber cópias adicionais para a Superiora Geral; ou fazer novas assinaturas para a Congregação no mundo; ou obter uma nova assinatura para as “não – Superioras Gerais”, é necessário escriver à: bollettino@uisg.org.

CUSTOS PARA CADA ASSINATURA
Europa 50 U$ or 45 Euro
Outros países  60 U$ or 50 Euro

Pago

Com autorização prévia da Secretária Executiva ou da Responsável do Boletim e confirmação das fontes, os artigos publicados no Boletim de UISG podem ser reproduzidos.

Para mais informações contactar:
Antonietta Rauti – Responsável Boletim UISG
Piazza di Ponte Sant’Angelo, 28 – 00186 Roma – Italia
bollettino@uisg.org – + 39 06 684002 32